A Bela e a Fera – Filme (Crítica)

A-bela-e-a-fera-2017.jpg

A Bela e a Fera 2017 – Filme (Crítica)

***Spoiler oculto no texto***

Que delícia! Sim delícia.

Fiquei pensando como era o melhor jeito de começar o texto e a palavra que achei que se encaixava melhor foi delícia. Sei que esse adjetivo serve mais para comida, mas o filme realmente passa a sensação de satisfação!

Finalmente um live-action digno, afinal de contas, Cinderela foi um fiasco! Onde já se viu, não cantar nem Bibbidi Bobbidi Boo??!! Mas agora eles acertaram!

A Bela e a Fera é todo lindo. Já dava para imaginar que cenário e figurinos não seria preocupação, pois NÃO existe alguém com um bom gosto TÃO grande quanto a Disney!

Eles conseguiram transformar aquela loucura – em questão de magia – que é A Bela e a Fera, em algo real. Eles conseguiram trazer para a realidade, aquele mundo mágico que é a animação!!

O castelo é extremamente lindoooo, mas poderia ter sido mais sombrio e ficado bonito só depois. Agora, a escadaria que ela sobe para encontrar o pai na masmorra, preso. Gente! É idêntica!!

A narrativa é tão rápida quanto a do desenho, acaba bem rapidinho, pois uma coisa chama a outra, eles vão contando a histórias nas canções e quando você percebe, já está no final do filme.

Personagens

Bela – Sabe, eu gosto da Emma Watson, achei que ela atuou bem (tirando alguns sorrisos meios nervosos que ela dava que eu achei meio estranho e um pouco forçado). Sabia que ela tinha a personalidade da Bela, até achei legal a escolha, só achei que ela não se parece tanto com a personagem, em questão de aparência.

Ela canta excelentemente bem! MAS, não me convenci direito com ela de Bela, não fluiu taaaanto, sei lá! :/

Gaston – Ahh (suspiro) O que é o Luke Evans como Gaston??? Arrasou!! Quando ele terminou a performance dele no bar, deu uma vontade louca de aplaudir, ele se saiu bem demais!! Ele canta, luta de espada, sapateia, faz umas caras ótimas! Amei, pra mim foi o que mais ganhou a cena!! (já tinha gostado de ver ele atuando em Drácula)

[OFF] [Sempre gostei do Gaston, diferente da maioria dos vilões da Disney. Gaston fez tudo por ciúmes, nunca consegui ter raiva dele, amo o personagem da animação e principalmente a música que ele canta!]

Só achei que ele não ficou tão enciumado quando a Bela começou a falar da Fera…

LeFou – Arrasou também, trouxe uma leveza e um humor para o filme! Gostei demais da atuação do ator, me diverti muito com ele!

Fera – A Fera é realmente feia, a do desenho você ainda começa a achar ela bonita depois de certo tempo, mas essa daí não dá não, haha. Não é exatamente computadorizada, parece uma maquiagem, mas ela é muito alta, então deve ter um toque de computação gráfica.

E no final, quando o ator realmente aparece de cara limpa….. eu não gostei muito. Achei que continuou decepcionante como no desenho, acho que eles quiseram manter essa reação, haha… Eu vi um filme com Dan Stevens, ele é bonito, mas de cabelo comprido ficou parecendo o Nicholas Cage, acho que se o filme tivesse mais tempo com ele de príncipe, talvez eu me simpatizasse mais com o ator. Foi muito rápida a aparição dele!

Madame Samovar – Achei estranha a face ficar de lado.

Lumière – Gostei dele, achei uma fofura, ele me lembrou outro personagem, mas não me recordo qual…. A voz dele em inglês é BEEEEMMM melhor, dublado ficou fina e perdeu um pouco do sotaque francês!

Horloge – É bem dizer o mesmo do desenho. Todo cuidadoso e preocupado, lembra muito o personagem, até parece que é o próprio, haha.

Músicas

E o que mais eu queria saber é “Dá para cantar juntou ou não???” e a resposta é: Mais ou menos!

Eles mudaram algumas palavras e algumas frases, MAS na maior parte dá para cantar sim!!! (Aeeeee \o/)

Gente, é um musical, mas é o melhor musical que já vi na vida, disso eu tenho certeza. Afinal de contas as músicas do desenho são ótimas!

Canta todas as músicas da animação e tem mais 5 canções novas! (Ai meu Deus Renata!) Sim, quem conhece A Bela e a Fera sabe que o desenho já canta demais, haha, mas as músicas acrescentadas, contam algumas coisas novas, então não é totalmente entediante. (duas ou três delas são bem curtinhas)

-A canção do Gaston foi excelente!

-A do jantar “À vontade/Seja nossa convidada” me arrepiou inteirinha!! Achei que seria impossível reproduzir aquela cena do desenho, mas meu Deus, eles conseguiram!

-E achei estranho a Fera cantando, haha.

Acrescentou / mudaram 

SPOILER!!! (Para ler selecione o texto de um asterisco ao outro)

* -No começo eles mostraram melhor como aconteceu a transformação e o porquê. Eles exploram mais isso no filme do que foi no desenho.

-Também contaram um pouco sobre o passado da Bela e da Fera.

-A narração do começo foi feita por uma mulher, não por um homem como acontece no original. (não gostei)

-A Bela é a inventora e o pai dela faz caixinha de música.

-Eles misturam um pouco com o conto original, onde o pai pega uma rosa do jardim da fera e ela o aprisiona.

-Eles diversificaram e colocaram alguns personagens negros. (Achei legal!)

-A biblioteca da cidade dela é bem pequena mesmo.

-Mostra o Gaston abandonando o pai de Bela na floresta para ser devorado pelos lobos. (achei legal, foi bem diferente do desenho essa sequência de cena, gostei!)

-Toda vez que cai uma pétala o castelo desmorona! (da hora!)*

Faltou

SPOILER!!! (Para ler selecione o texto de um asterisco ao outro)

*-A Fera não andou sobre as quatro patas (não achei legal, seria interessante e mais grotesco se ele andasse pelas 4 patas de vez em quando.)

-Algumas falas não foram ditas (Aloka, haha) como: Veio para ver a fera não veio? (senti falta dessa, haha) Mas teve aquela parte: Ele não é monstro Gaston, você é! (Adoro, mas não foi exatamente igual.)

-Achei que faltou mais cenas da Bela com o Gaston, achei tão rápido o desprezo dela por ele, achei que eles deveriam ter explorado mais isso. No desenho também foi algo rápido, mas no filme parece que foi mais rápido ainda 

-Faltou o Gaston entrar na casa dela para pedi-lá em casamento.

-O pai da bela sentando na poltrona da Fera, brincando com o “cachorro” e interagindo com os criados do castelo.

-A cena do corredor, onde Lumière e Horloge apresentam o castelo.

-Na luta final, onde Gaston diz “Fera, a Bela é minha!!” e cai um raio (eu acho essa cena da animação tão linda e sincronizada!), mas não teve! :/ 

-O urro da Fera de quando a Bela vai embora do castelo.

-Um rabo descente para a Fera! Haha…. Foi tipo um rabo de leão, mas eu gostava do rabo cheio da animação.*

Questão Gay

Não teve nada demais! O diretor fez aquela declaração só para causar. O máximo que aconteceu foi o LeFou dar sorrisos e trocas de olhares, coisas que passam totalmente desapercebidas por crianças! T.T

SPOILER!!! (Para ler selecione o texto de um asterisco ao outro)

*Não tem reciprocidade, Gaston é tão egocêntrico que nem percebe! Hahaha*

Ponto Negativo

A única coisa que eu achei ruim no filme, foi a filmagem. Parece que a câmera dá umas balançadas, isso me dava uma tontura, não sei se era para criar o efeito 3D, mas algo na filmagem não me agradou…

Dublado VS Legendado

-A voz do Lumière era MUITO boa no legendado/inglês. Ewan McGregor fez um sotaque francês bem legal, gostei demais da voz dele!

-Parece que a voz de todos estavam meio finas no dublado, exceto o pai da Bela que tinha uma voz linda!

-Algumas coisas perderam o sentido, tem uma parte em que a Fera e a Bela vão parar na antiga casa de Bela, e em inglês, ela diz para a Fera que quer “voltar para casa”, ou seja, voltar para o castelo, e a Fera sorri, pois ela chamou o castelo de casa. Mas em português, ela apenas diz “me leva embora”, e o sorriso da Fera acabou perdendo o sentido.

-Na apresentação de Gaston, no inglês ele diz “Quem faz canções intermináveis?” e o pessoal do fundo grita “Gaston”, mas no português ele diz “Quem leva a multidão a loucura?”, não perde o sentido, mas é uma piada diferente, que eu acho que a do inglês era melhor, haha.

-No final o Lefou pede ajuda a Gaston, e no português ele diz que não pode, mas no inglês ele fala que é a “hora do herói”, isso mostra como ele é amostrado, enquanto no português da uma impressão de desprezo.

-O dublador do LeFou deixou ele extremamente gay, no inglês não estava tão exagerado!

-Tem algumas gírias também como “bora lá” morri de ri quando ouvi, mas deu o ar da graça, haha. Brasileiro sendo brasileiro até na hora da dublagem.

-Uma coisa que senti MUITA falta, foi algumas ênfases em algumas canções e falas, mas o que mais me deixou frustrada foi quando Madame Samovar estava cantando a canção do “Seja nossa convidada” e diz “vou fervendo e borbulhando” não teve ênfase em borbulhando!!! Brochante!! :/

Também não falou Venha para luz, mas sim “apareça”, apesar do inglês dizer “Come into the light”.

Enfim, talvez não caberia na hora de dublar ou não combinasse com o movimento da boca, pode ser né?!

Cabine de Imprensa

Fiquei muito feliz por poder participar da cabine de imprensa da Bela e a Fera, teve um significado muito grande para mim! Minha primeira cabine não poderia ter começado melhor.

Estar na presença de outros críticos de cinema, ouvir e participar de inúmeras conversas sobre o mundo cinematográfico foi uma grande realização, me senti em casa!

Considerações finais:

Foi muito emocionante! Eu assisto A Bela e a Fera desde criança, (inclusive estreou no mesmo anos em que eu nasci) era aquele desenho que eu via TODO SANTO DIA! (quem tem criança em casa sabe como é)

Mesmo depois que cresci e comecei a fazer faculdade, sempre que queria um tempo para relaxar e ‘desestressar’ um pouco, eu colocava e assistia como se nada no mundo mais importasse naquele momento. Então, ver toda aquela magia – que eu achava que só era possível no desenho – se tornar realidade foi como se tudo pudesse ser possível na vida!

Foi essa a simbologia que o filme teve para mim!

Em muitos momentos meus olhos encheram de lágrimas, pois te fará lembrar de quando você era criança e de como as coisas mudaram de lá para cá, totalmente nostálgico!

A Bela e a Fera é realmente muito especial para quem cresceu assistindo, então prepare seu lenço porquê o filme está realmente INCRÍVEL!

PS: Nem dá para acreditar que o diretor de Crepúsculo fez algo tão lindo! *-* (Haha)

Curiosidade: A animação de 1991, foi a primeira a concorrer a categoria de Melhor Filme, junto com outros filmes!


Avaliação: 5estrela (5 Estrelas)

Para assistir com a família (pai, mãe, vó, sobrinhos): Com certeza.

Risco: Achar muita cantoria.

Sinopse: Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

Trailer:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s