Ninguém entra, ninguém sai – Filme (Crítica)

Ninguem-entra-ninguem-sai-

Ninguém entra, ninguém sai – É bom ou não?

Será possível um filme brasileiro que se passa dentro de um Motel não ter putaria?? Pois acredite, Não teve!! *0*

Ninguém entra, ninguém sai conta a história de um grupo que teve que ficar preso por 40 dias em um Motel por causa de uma suposta epidemia. Como qualquer confinamento era óbvio que isso não daria certo, muitas confusões acontecem por divisão de comida e intrigas entre os casais.

 

Por favor, leia o restante do texto, aqui, no site novo! Este blog está sendo desativado.


Avaliação: 3estrela (3 Estrelas)

Para assistir com a família (pai, mãe, vó, sobrinhos): Mais ou menos, não mostra nada demais, alguns barulhos apenas, palavrões, mas até que é leve.

Risco: Achar bobo.

Tem na Netflix: Não.

Sinopse: Um acontecimento inesperado surpreende os casais durante seus encontros amorosos em um motel. Repentinamente cercado pela polícia, imprensa e curiosos agora ninguém poderá entrar, e pior, ninguém poderá sair do motel. Sem saber o motivo do cerco ou o que fazer para poder sair está instalada uma grande e muito divertida confusão. Créditos: Café com Filme

Trailer:

Anúncios

Um comentário sobre “Ninguém entra, ninguém sai – Filme (Crítica)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s